O Primo Basílio

Um romance de Eça de Queirós de 1878 onde os personagens são dotados de impulsos característicos do ser humano e estão condicionados pela situação social que precisam sustentar. No final do livro você fica com aquela pergunta na cabeça: Será que instituições como o casamento ainda valem à pena, ainda são levados a sério? Pessoalmente, eu prefiro não ficar com a impressão passada pelo autor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s